Coaching FAQs

Aqui neste espaço vamos responder a perguntas sobre o Coaching e o porquê de ser tão importante o Coaching para Noivas!

A Essência da Noiva.

Mais do que nunca pede-se às pessoas para serem elas próprias, para seguirem o seu coração, para seguirem o seu instinto, para escutarem a sua alma…

Acredito que todas estas expressões servem para designar o mesmo, a essência, neste caso da noiva.

E o que é uma essência? Normalmente usamos este termo qual falamos de perfumes. Ora se partirmos do pressuposto que o perfume que inalamos vem das rosas, facilmente compreendemos  que  essência é algo que provém da natureza. Estamos a falar do que há mais puro e subtil numa planta… Na metafísica, o termo está relacionado com as propriedades imutáveis de algo.

Quantas vezes a noiva durante o seu percurso até ao sim perde as suas propriedades, a sua subtileza e pureza para deixar-se levar por devaneios. Por norma esses devaneios surgem em forma de crítica, pressões, julgamentos dos que estão de fora, isto é, familiares, amigos, colegas, etc. Qualquer pessoa, e uma noiva em especial, sabe quando a sua essência se está a perder no meio do turbilhão de pensamentos, sentimentos, emoções. Para sobreviver, agarra-se a esses desligando-se do que realmente é e do que efetivamente quer, do que faz o seu coração cantar.

Tomemos o exemplo de um dos momentos mais entusiasmantes para uma noiva, o da escolha do vestido. A noiva experimenta um modelo. Adora. Sente o coração a explodir e a transbordar de energia. Aquele vestido condiz com a sue essência! Depois é o momento de mostrar à família, que acha aquele vestido desadequado, que não se encaixa na personalidade da noiva, nas suas características. E é aqui que a essência da noiva é posta à prova. Ceder às pressões externas para satisfazer a ilusão da necessidade de agradar ou seguir o que aquela voz interior diz ao ouvido e ao coração. Nada mais perigoso do que ceder a este instinto de sobrevivência.

O exemplo do vestido é apenas um entre muitos que uma noiva se depara.

O mais importante é que a noiva esteja o mais consciente possível de todos os passos que escolhe dar. Podem não ser os que os de fora mais gostam, mas são os que encantam mais o seu coração. Para uma noiva efetivamente feliz e isenta de amor próprio e de confiança, é essencial que ela se conheça a si mesmo, que identifique e anote para si mesma quais os valores mais importantes que regem a sua vida e as suas escolhas. Depois, é necessário que defina claramente qual é a intenção que rege cada uma das escolhas. Estes três passos são essenciais para a essência da noite não ser atropelada pelas influências externas.

Manter-se fiel a si mesma apesar de todas pressões que está sujeita é um feito. No Daqui até ao Sim não defendemos noivas perfeitas. Defendemos sim noivas que sabem o que querem ou que desejam aprender conhecer um pouco mais de si, ligar-se à sua essência. Só assim esta maravilhosa fase até ao sim será vivida com verdade.

Que todas as noivas sejam mestres de si mesmas, capitãs das suas almas e líderes dos seus corações.

Coach Anabela Seabra

Os “segredos” das noivas felizes!

 

Não existem quaisquer dúvidas de que todos nascemos para sermos felizes!

O que é para uma noiva a felicidade e o que é preciso fazer para alcançar essa Felicidade?

Nada acontece por magia, agora a magia acontece quando damos os passos certos!

A Felicidade depende, em primeiro lugar, da atitude singular de cada pessoa, e do plano que traça para alcançar os seus sonhos e objetivos. Ter a vida mais ou menos estruturada e ser consciente de cada passo é um dos passos importantes para a Felicidade, para viver em equilíbrio e tornar a Felicidade num estado quase permanente, numa atitude diária e não em algo a atingir no futuro.

Existem características que, de longe, são comuns às noivas felizes:

– Ser uma pessoa positiva: é um pressuposto fundamental ao bem-estar! Reconhecer sempre o lado positivo em todos os desafios

– Concentrar-se naquilo que realmente é importante para si: o foco é muito importante!

– Não enfrentar os obstáculos sozinha: saber quando é necessário pedir ajuda e fazê-lo

– Aceitação: aceitar-se como é e amar-se, já diz o anúncio: “Se eu não gostar de mim, quem gostará”!

– Sorrir: nada como ter sempre um sorriso nos lábios para que tudo corra pelo melhor

– Ser flexível: saber “dar a volta” quando as coisas não acontecem propriamente como estávamos á espera. No casamento é fundamental para a felicidade que haja flexibilidade nos desejos de cada um, sempre em respeito aos valores e individualidade de cada um mas, para que cheguem a consenso, sempre que for necessário.

– Adaptação: após o casamento, é habitual haver esse período de ajuste à nova vida, às novas rotinas. Ser paciente e aceitar as mudanças, reconhecer os desafios e em conjunto ultrapassá-los é desde logo uma forma de crescimento e de cumplicidade do casal e ao mesmo tempo de reforço na relação.

Estes são obviamente só alguns dos “segredos”, o importante é ter presente que o futuro depende das vossas escolhas, das prioridades que definam, e da vossa perspetiva em relação às coisas. Existirão sempre situações aparentemente sem resposta, aí lembrem-se que todas as situações, todos os desafios são temporários e por isso todos eles mais tarde ou mais cedo terão solução: aceite-os, viva-os, respeite-os e deixe fluir em equilíbrio e harmonia, em Amor.

Se em tudo colocarmos Amor, tudo será mais fácil e mais prazeroso de viver.

Sejam Felizes!

 

Coach Sónia Ribeiro

www.soniaribeiro.eu

O que é servir?

Nunca o verbo “servir” esteve tão presente na boca do mundo.

Até mesmo num dos livros do Papa Francisco vemos este verbo ser usado, “O Verdadeiro Poder é Servir”. Este é também um termo usado em coaching e na área de desenvolvimento pessoal quando se fala na definição de propósito, de intenção, de objetivo.

Por exemplo, numa empresa, uma das missões/objetivos de um funcionário pode ser o de servir os seus colegas ou servir no sentido deajudar a empresa a crescer.

Agora, como é que este verbo se encaixa aqui no nosso universo das Noivas?

Simples. A noiva tem, antes de querer agradar os convidados(as), servir-se a si própria.

É importante que desde cedo a noiva se habitue a perceber-se e a compreender o que quer para si; para a sua experiência na viagem até ao sim; para o dia de casamento, quais as flores, decoração, convidados, animador… Quando ela toma decisões que estão em sintonia com aquilo que ela definiu para si como importante, então ela está a respeitar-se, a manter a sua honra pessoal… a servir-se.

No meio de tantos afazeres e compromissos, muitas noivas acabam por entrar no que em coaching designamos por desalinhamento. Isto acontece quando as noivas obrigam-se a tomar decisões que não estão alinhadas com os seus desejos, valores, crenças, intenções… E quando isto acontece, a desmotivação e a sensação de que está a trair-se a ela própria começa a surgir.

Cada noiva, cada mulher, cada experiência é única. É da responsabilidade da noiva decidir se pretende ser marioneta e deixar que a sua experiência seja controlada por terceiros ou então ser ela própria a assumir as rédeas da sua viagem e tornar cada dia digno de celebração.

A primeira a agradecer por tal decisão será ela própria… e depois o marido, os amigos, familiares… o mundo. Ela estará tão somente a respeitar-se e a apenas Ser ela própria.

Coach Anabela Seabra

 COMEÇAR COM UMA PÁGINA EM BRANCO

A vida é impreterivelmente baseada na rotina. A rotina vai levar em certa altura a que te sintas incompleta, zombie, não sintas mais a magia nem as borboletas na barriga.

Lembraste da última vez que fizeste algo diferente, em que sentias a paixão, o prazer, tenta lembrar-te do prazer que é quando fizeste algo que gostaste pela primeira vez:

. Primeiro dia de escola

. Fazer a viagem de sonho

. Primeiro aniversário de namoro, etc.

Imagina que sempre que tomas banho estás a limpar os teus filtros, as tuas crenças limitadoras e te permites começar com a mente limpa, com uma página em branco.

Tudo seria diferente certo? Deixaríamos de ter dias mecânicos, em piloto-automático, tudo seria mais sentido, com mais prazer.

Quando fizerem alguma coisa, a partir de Agora, que seja realmente importante, façam-no com a página em branco, sem julgamento, focadas no Agora, simplesmente terão de voltar aos sentidos e viver o momento.

Começar assim permitirá, abraçar cada experiência como se fosse a primeira vez, e permitir-te-á aproximares-te da tua essência, pois viverás tudo mais intensamente e genuinamente.

Com a aproximação da data de casamento é habitual que facilmente entremos em stress, em desequilíbrio e que isso vos leve a procrastinar situações, a sentirem-se menos enérgicas.

Uma dica quando se sentirem dessa forma e não conseguirem dela sair:

Todos nós temos imensas coisas que nos inspiram que pode ser algo tão simples como uma fotografia de alguém especial, uma música, um filme, coisas essas que ao olharmos, sentirmos, pensarmos nelas dão-nos um “boost” de energia. Essa inspiração é muito importante nas alturas em que precisamos de agir, de mudar, essa inspiração vai vencer o cansaço e fazer-nos agir. Por isso a dica é: traz sempre contigo algo que te inspire para te dar alento nos momentos de decisão, de acção, de contrariar a preguiça. Esses teus “símbolos inspiradores” são as tuas Âncoras. São fontes de energia gratuita que usadas no momento certo mobilizam-nos muitas vezes no momento que pensávamos desistir.

Pensa e anota os teus símbolos inspiradores. Sê Feliz e mantém o equilíbrio.

Coach Sónia Ribeiro

http://www.soniaribeiro.eu/

A importância da vulnerabilidade

Falar de vulnerabilidade numa época, o do casamento, que deverá ser de alegria e ânimo, parece um contrassenso. No entanto, esta pode ser a melhor fase para a noiva abrir o seu coração sempre que a ansiedade, dúvida ou medo surgirem.

É nesta fase que a noiva deverá ser sincera com ela própria e questionar-se a si mesma o que a incomoda e a inquieta. Daí falarmos em vulnerabilidade, ou seja, a capacidade da noiva assumir que está a sentir uma dor emocional que a impede de tomar decisões e de avançar com todos os preparativos. É altura de pedir ajuda!

Por vezes, as vulnerabilidades estão relacionadas com crenças muito enraizadas na noiva que a roubam a capacidade de analisar uma determinada situação numa outra perspetiva.

O primeiro grande passo para reduzir a vulnerabilidade é a aceitação! Aceitar que algo não está bem dentro de si.

É de facto importante a noiva visitar as crenças e as suas vulnerabilidades porque:

– permite resgatar, sarar feridas e purificar o coração. Ao fazê-lo, a noiva cria espaço para a seu coração falar;

– permite à noiva perceber quais as crenças e especulações que a limitam e as estão a impedir de experienciar e viver esta fase única nas suas vidas de forma sublime. Depois de compreender de onde essas crenças vêm, ela tem o poder de atribuir um novo significado a determinada emoção que a bloqueia… e aí a magia começa a acontecer.

– permite à noiva, além de bonita e atraente, tornar-se ainda mais inteligente e aumentar a sua sabedoria e conhecimento em relação a si própria.

Esta tomada de consciência das crenças é uma estratégia de enorme relevância não só para esta fase da vida da noiva como para o resto das suas vidas e para o resto do seu casamento.

É um convite que fazemos no “Daqui até ao Sim” a todas as noivas ou as que estão prestes a tornarem-se numa noiva 2016, mergulhar profundamente dentro de vocês mesmas, a enfrentarem as vossas vulnerabilidades, obstáculos que ergueram dentro de vocês próprias mas sempre com um sentimento de compaixão e sorriso nos lábios!

Caso contrário, quanto mais se afastarem dessa vulnerabilidade, mas ela os visitará em situações futuras.

Para já, enquanto coach e mulher, posso partilhar que em tudo há uma lição que a vida nos quer ensinar, uma oportunidade para evoluir e ter uma vida mais grandiosa e plena e uma caminhada até ao sim recheada de memórias, de aprendizagens e emoções únicas.

Votos de bons mergulhos interiores e bons preparativos, com vulnerabilidade e sorriso no coração.

Para explorarem um pouco mais sobre a vulnerabilidade, partilho este vídeo!

 

Coach Anabela Seabra

Noiva e o foco no SENTIR e Ser única e especial

Qualquer um de nós se compara ou já se comparou aos outros e muitas vezes, dependendo da nossa autoestima, colocamo-nos num patamar inferior àqueles com quem nos comparamos. Enquanto noivas essa comparação é muitas vezes inevitável, uma coisa vos quero deixar bem presente Noivas do Daqui até ao sim: Ninguém é melhor do que ninguém, somos todos únicos e especiais e devemos sentir-nos bem na nossa pele, ter a confiança de que somos ou podemos ser o melhor de nós próprios!

Por vezes sentimo-nos deslocados, mal integrados, apesar das mil e uma coisas que fazemos no nosso dia-a-dia, coisas essas que não nos dão prazer. Esquecemo-nos de quem somos, deixamos de expressar o nosso verdadeiro eu, deixamos de nos observar, de olhar para dentro, de nos conhecermos. Aí muito facilmente as emoções negativas, os pensamentos pessimistas, tomam conta de nós e complicam-nos a vida…nestas alturas será um bom momento para se perguntarem: Qual a visão mais positiva que tenho acerca de mim?

Pensarem na resposta vai levar-vos a olhar para dentro e a visualizar o melhor de vós, ganhar alento para empurrar os sentimentos e atitudes negativas para fora da vossa vida, um a um e aos poucos voltarem a sentir orgulho e confiança em vós próprias.

Sentir é urgente, concentrar os vossos cinco sentidos em viver cada momento como se fosse o único que existisse, que existiu e que sempre existirá. Deixar o passado para trás e não pensar no futuro; saborear o presente, o AGORA, este passo é fundamental.

Uma das formas de sentir é sem dúvida fazer coisas que vos dão prazer, que vos motivam. Ter uma atitude de gratidão para com os outros, ser um exemplo de positivismo, alegria, liberdade e responsabilidade. Atrairão assim á vossa vida, pessoas que estão na mesma sintonia, com valores e atitudes semelhantes às vossas formando assim, uma reação em cadeia que sem dúvida tornará a vossa vida e a dos outros mais simples e autêntica.

Estar de bem com a vida, tirar as coisas boas de cada momento, espremer a vida até á última gota, sentirem-se bem, felizes, saudáveis, capazes de concretizar sonhos e objectivos, de dar o exemplo, de inspirar os outros.

Ser um foco de atração, através da vossa forma única e especial de ser.

Para esta plenitude ser atingível é necessário cuidar de vós, a vida stressante que atravessam na preparação do vosso casamento, pode levar a que se esqueçam disso, de ter tempo para vós, para reflectir nas vossas vontades e sonhos.

É habitual culpar o tempo, a falta dele, deixar-vos levar pelas obrigações, pelas preocupações e esquecerem o fundamental: ocupar-vos de vós próprias.

O vosso desenvolvimento pessoal é importantíssimo é o que vos permite evoluir enquanto seres humanos. É primordial encontrarem as ferramentas para evoluir enquanto pessoas, para superar frustrações, seja através de partilhas com os outros, livros, terapias alternativas, etc…desde que faça sentido e que sintam que vos ajuda na vossa evolução e equilíbrio.

Em ocasiões de stress, escolham parar uns instantes e focarem-se no que realmente é importante, adoptem a simplicidade nas vossas vidas e permitam-se sentir e desfrutar em pleno uma das fases mais bonitas das vossas vidas.

Coach Sónia Ribeiro

http://www.soniaribeiro.eu/

(Des)Crenças… noivas mais autênticas

Todos os dias e cada vez mais, independentemente se se é noiva ou não, entra pelos nossos olhos o termo “crença”. No processo de coaching para noivas, esta palavra tem contornos expressivos.

Existem várias definições para explicar este termo, mas de uma forma simples podemos definir crença uma ideia  que se considera verdadeira e à qual acreditamos com convicção de que não existe outra forma de acreditar. Noivas, na verdade, ao acreditarem em verdades absolutas acabam por deixar que a vossa felicidade seja comprometida. Por exemplo, imaginem que acreditam que no dia do casamento têm que agradar a todos os(as) convidados(as). Como se sentem ao pensarem desta forma?

Pois é, a verdade mostra-nos que na maior parte das vezes, quando nos sentimos desconfortáveis com determinada resposta que nos obrigamos a acreditar, é sinónimo de que algo não está bem… de que vocês sabem que estão a obrigar-se a fazer algo que a “mente coletiva”, isto é, que os estereótipos gerados no seio da sociedade, vos disse que era suposto ser feito.

Mas as crenças também podem ser criadas por cada uma de vós. Elas podem ser formadas a partir da visão que a pessoa tem de si e do mundo. É através de nossas crenças que olhamos para todas as situações de nossa vida. Há uma expressão usada na Programação Neurolinguística (PNL) que reflete este ideia: “mapa não é o território”. Efetivamente, interpretamos e damos significado às coisas tendo por base as nossas representações, a nossa educação, experiências, relacionamentos… e todos os eventos podem dar forma a conceitos inválidos e desenvolvendo crenças que chamamos limitativas e disfuncionais. E são estas que devemos estar alerta!

Noivas do Daqui até ao sim, estabeleçam um bonito e verdadeiro diálogo convosco próprias e assumam para vocês quais as crenças que consideram que vos têm impossibilitado de ter uma experiência até ao grande dia única e autêntica. Talvez esta experiência da tua vida seja o momento para fazeres as pazes contigo e colocares umas novas lentes, mais límpidas, e começares a olhar para ti e para a vida de uma forma diferente. Abandona essa cassete que possa ecoar dentro de ti de que tudo tem de ser perfeito e que tens de controlar tudo e de agradar todos.

No processo de autocoaching, faço muitas vezes a questão para mim “o que é importante para mim segundo os meus valores e quem sou?”. Na maioria das vezes, a resposta, que se traduz em comportamentos, implica agir de forma contrária ao que é “suposto” fazer. E sabem, no final está sempre tudo bem, porque eu estou bem e os que me rodeiam sorriem.

Desafio-te a aproveitares esta fase enquanto noiva para te “descrençares”.

 Coach Anabela Seabra

Enquanto Noiva na primeira pessoa que influência tem  o Coaching para Noivas?

Como já aqui disse, sempre estive ligada ao desenvolvimento pessoal. Para mim é importante evoluir como pessoa e passar esta fase de Noiva o melhor possível!

Quando fiquei Noiva, “devorei” e continuo a “devorar”, tudo o que está relacionado com o casamento.  Um dia encontrei uma página de Coaching para Noivas… Nesse processo já estava a criar este projeto que é o “Daqui Até Ao Sim”. (Nada acontece por acaso). A minha vontade sempre foi ajudar as Noivas. Eu enquanto noiva conheço as nossas alegrias, as nossas tristezas, as nossas frustrações. E sei que nem sempre é fácil lidar com tantas emoções juntas! Vamos criar uma nova família, ligar duas famílias, lidar com as diferenças de cada uma em uma união! Tarefa muitas vezes nada fácil.

Apesar de acreditar no potencial do Coaching para Noivas nunca achei que fosse precisar de ter as minhas queridas Coachs a ajudar-me. Mas recorro a elas para me ajudarem a lidar com as emoções, sempre que o cansaço se apodera, para ser uma Noiva mais feliz e lidar melhor com as dificuldades envolventes.

Se para mim procurar esta ajuda é normal, tenho noção que o Coaching para Noivas ainda não é de todo um conceito implementado em Portugal, estamos a dar sem duvidas pequenos grandes passos. Para vos ajudar a perceber o conceito de 15 em 15 dias temos as Coaching Faq’s!

Ainda não temos  data para o próximo Worshop, mas queria que soubesse que as minhas coach’s fazem Coaching para Noivas individual se precisarem e sentirem contactem-nos daquiateaosim@gmail.com 

Vive o teu sonho na plenitude que o momento merece!

Joana Figueiredo

0e79494505d5a6c6e8e35f1dd45f8ab9

Imagem Pinterest

O coaching para Noivas vai tirar a espontaneidade às coisas?

 

Pelo contrário, o coaching para noivas, vai criar mais espontaneidade, ao desmistificar crenças limitadoras, causadoras de bloqueios.

Nestas alturas por vezes as noivas vivem um imenso conflito existencial, entre quem elas são de verdade, na sua essência e quem os outros gostariam que elas fossem. Infelizmente, muitas das vezes acabam por ganhar os outros, pela imensa vontade que há em agradar a gregos e troianos e proporcionar um momento inesquecível não só para os noivos, mas também para aqueles que amam. Isto pode ser um motivo de frustração e de stress.

É muito importante o coaching perante este e outros conflitos interiores, pois é um processo que apresentará á noiva ferramentas essenciais ao seu autoconhecimento, essas ferramentas exigirão que os coachees (noivas) sejam totalmente honestas consigo próprias, e levá-las-ão a examinar com compaixão e coragem as áreas das suas vidas em que possam temer admitir as suas vulnerabilidades.

Trata-se de um processo que vai forçá-las a olhar para dentro de uma forma verdadeira, sem preconceitos ou julgamentos.

Olhar para a própria sombra, e tornarem-se mais espontâneas, mais criativas, mais confiantes, pelos insights e emoções profundas que vivenciarão na sua auto-descoberta, no seu desenvolvimento pessoal.

Muitas vezes ao longo da vida pensamos que perdemos a espontaneidade, isso é algo impossível, ela está dentro de todos nós, por vezes está é sufocada por emoções como o medo, culpa, bloqueios, o coach poderá no processo de coaching ajudar a coachee (noiva) a recuperar a espontaneidade que pensava perdida. É muitas vezes o medo que leva a essa “perda”, pois as pessoas receiam expressar livremente o que pensam e sentem.

É possível exercitar a espontaneidade, pensar por exemplo:

“Quais foram os momentos de hoje em que reprimi a minha espontaneidade?”

Fazendo uma revisão a esses momentos que possam ter existido e percebendo porque aconteceram é uma forma de em próximas situações semelhantes poder agir de forma diferente e assim despertar a espontaneidade adormecida.

É urgente que se recupere a espontaneidade, que se volte a sentir a criança interior presente em todos nós. Todas as crianças são espontâneas e intuitivas, olhemos para elas para nos recordarmos de como é bom sê-lo e reaprendamos a ser espontâneos. O coaching pode ajudar nessa reaprendizagem.

A espontaneidade é a liberdade de ser quem somos, sem culpas, medos, bloqueios, permitam-se recuperar a vossa e, se necessário recorram à ajuda do coaching para fazê-lo.

 Coach Sónia Ribeiro

http://www.soniaribeiro.eu/

Para quê o coaching para noivas?

 

Noiva mais coaching, só poderia dar num casamento perfeito!

Muito tem-se falado sobre o que é o coaching e de que forma se pode aplicar a uma noiva. Afinal, a fase de “estado” de noiva supostamente é mágico, cheio de novas surpresas e experiências únicas como a escolha e prova do vestido, a escolha dos sapatos, o colocar o anel no dedo… Por isso, a questão é coloca-se? Para quê coaching para noivas, se supostamente, está tudo bem?

A palavra coaching vem do inglês Coach e foi utilizada pela primeira vez utilizada na cidade de Kócs (Hungria) para designar carruagem de quatro rodas. No século XVI, essas carruagens tornaram-se famosas devido ao seu conforto e assim as carruagens de Kocs e os nativos dessa cidade também passaram a ser chamados de kocs –  termo interpretado pelos ingleses como “coach”. Ora, tal como a carruagem transportava as pessoas, o coach era quem conduzia as outras pessoas pelos diversos campos do conhecimento.

Por volta de 1830 o termo coach passou a ser utilizado na Universidade de Oxford com o significado de “tutor particular” e depois passou a ser usado na área do futebol como a pessoas que orienta, lidera e guia.

Assim, tal como nas situações anteriores o coach é aquele que carrega, guia, conduz, apoia e prepara, num casamento, o coach é também aquele que orienta e guia a noiva na sua gestão emocional e objetivos.

Os nossos comportamentos são resultados dos sentimentos e emoções. E a verdade é que durante a fase do casamento, são várias as experiências emocionais. Algumas noivas dizem que passam por uma espécie de “montanha russa”. Pois bem, por vezes esta experiência pode ser negativa, de tal forma que a própria noiva começa a ter estados emocionais de depressão, tristeza, angústia.

Por isso, existe o coaching e um coach que através de perguntas e respostas, irá ajudar a noiva (coachee) a gerir os seus estados emocionais, a aumentar consciência dos pensamentos e sentimentos que estão a fazer com que os resultados e experiências do dia-a-dia sejam de dor e não de alegria.

 

Para algumas mulheres, conciliar as suas expectativas com as da família, tomar decisões, gerir orçamento são tarefas interpretadas como fonte de desgaste de energia. Em vez de envolverem-se com entusiasmo, acabam por ser afetadas por e em estados emocionais negativos que as impedem de desfrutar desta jornada.

Através do coaching, cada noiva é desde logo incentivada a definir qual a intenção (poderosa) do seu casamento; será desafiada e definir objetivos e acompanhada na execução dos passos para alcançar os mesmos. Se uma das dificuldades da noiva for o aumento da confiança e mais auto-estima, serão também identificados soluções para que tal aconteça.

Em resumo, o coaching para as noivas serve sobretudo para aumentar a consciência e a responsabilidade de cada noiva para que seja ela própria a geradora e promotora do entusiasmo e encanto do seu caminho até ao dia do sim.

 Coach Anabela Seabra

PROCURAS O EQUILÍBRIO?

 

Todos nós buscamos o equilíbrio, a felicidade, e por muito que às vezes seja difícil definir o equilíbrio, todos nós sabemos definir a falta dele, a forma como nos faz sentir. Quantos de nós não dizem ou passam a vida a ouvir: “Estou exausta! Nunca mais é sábado! Sinto-me cansada mal me levanto…etc…

O que é preciso para encontrarmos o equilíbrio?

O que precisamos mudar?

Quais os desafios?

Por onde começar?

Estas e outras questões assaltam-nos a mente em e, por isso, muitas vezes achamos que nem vale a pena tentar – ERRO CRASSO – vale sempre a pena!

Uma pessoa equilibrada pode dizer-se que é alguém que tem uma boa saúde física e mental, que se sente bem consigo e com os outros, que é bem-sucedida, que tem objectivos e propósito, que toma as rédeas da sua vida e acredita que as suas escolhas decidem o seu futuro, concordam?

Um dos maiores problemas, na minha perspectiva, é que hoje em dia as pessoas preocupam-se demasiado em ganhar dinheiro e deixam de sentir, deixam de viver, sobrevivem…

Não estabelecem mudanças na sua vida, culpam a falta de tempo, culpam a rotina, as obrigações e deixam-se andar…em desequilíbrio constante.

No fundo todos nós sabemos o que é preciso fazer para atingir o equilíbrio, então porque é que deixamos andar e não fazemos nada?

Será porque temos medo de parar e olhar para dentro de nós?

Será que é porque temos medo de assumir o que realmente é importante nas nossas vidas?

Muitas vezes esquecemos-nos, que às vezes basta uma mudança de atitude para aparecerem novos caminhos e novas estratégias de mudança, assumir por exemplo uma atitude positiva e de boa intenção perante tudo na vida, é uma ferramenta mágica para que boas experiências comecem a acontecer.

 

Tendo em conta estas três premissas convido-as AGORA a preencher a roda da Felicidade de acordo com o vosso momento presente, na qual classificam de 1 a 10 qual o nível de satisfação e de equilíbrio que sentem ter em cada uma das áreas indicadas:

 

Roda do Equilibrio

 

 

 

Olhando para a roda, estão satisfeitas, com os resultados?

Como podem ter uma abordagem optimista e positiva para alcançar mais equilíbrio nas áreas com menor pontuação?

Estão a viver de acordo com os vossos valores?

O que é realmente importante para vós?

Sentem-se suficientemente confiantes para atingir o equilíbrio pleno?

 

Para finalizar deixo algumas dicas para atingir o equilíbrio que tanto procuramos, principalmente em momentos de stress:

– Tenham uma atitude positiva perante as escolhas mesmo que os resultados não venham a ser os esperados. Evitem criar expectativas.

– Vivam, sintam as vossas paixões, dediquem-lhes tempo.

– Agradeçam, uma atitude de gratidão perante tudo na vida é meio caminho andado para o equilíbrio.

– Façam uma melhor gestão do vosso tempo para terem forma de fazer tudo a que se propõem, dediquem pelo menos em 3-4 dias da semana, algum tempo para o exercício físico.

– Deitem-se ou levantem-se mais cedo para poder dedicar parte do vosso dia só a vós mesmas.

– Rodeiem-se de pessoas que vos potenciem, que não vos castrem, que não estejam constantemente a deitar-vos para baixo, a desmotivar.

– Reforcem a vossa confiança e autoestima: sejam assertivos e escolham o que vos faz bem, coloquem-se em primeiro lugar.

– Simplifiquem, vivam o agora e sintam-no, vocês são capazes :D

 Coach Sónia Ribeiro

http://www.soniaribeiro.eu/

O que é um filtro em Coaching?

 

O termo “filtro” deriva do latim philtru e do grego phíltron. Entende-se por filtro algo que seleciona o que passa por ele, deixando passar apenas o que não é filtrado.

A partir desta designação simples, questiono qual a quantidade de informação que filtramos? Qual a quantidade de informação que passa por ti e nem te apercebes?

Falar de filro, em coaching, implica falar de representações internas. As coisas, acontecimentos, momentos e situações terão um significado melhor ou pior tendo em conta as representações que temos no nosso cérebro, isto é, está relacionado com os significados atribuídos em função de experiências passadas. A fase do planeamento até ao casamento será uma experiência mágica ou de angústia, dependendo da representação interna que a noiva tem do que é para ela “planeamento”. Por exemplo, se na atividade profissional da noiva, planear é gerador de angústia e stress, então a noiva vai transferir esse significado  (angústia e stress) para o planeamento do seu casamento.

É fácil de perceber que quando uma experiência ou situação nos deixa num estado emociona pessimista, negativo ou de ansiedade, talvez isso se deva ao filtro que está a ser usado nesse momento. Há, portanto, que o retirar. Esta alteração de filtros implica, ante de mais, ter consciência que ele existe. O desafio está em “desfiltrar” e olhar para os mesmos momentos, situações e acontecimentos tal como eles são, sem qualquer julgamento, observar a realidade através dos sentidos tal e qual como ela acontece e não a partir da minha experiência pessoal… e sempre com encanto o curiosidade no olhar, como uma criança. Nem bom, nem mau, apenas bom!

Só depois de mudarmos os filtros que nos limitam e bloqueiam é que é possível colocar novos filtros, mais límpidos, claros e nos permitam ter uma experiência mais rica. Só assim conseguimos passar ao próximo passo, a mudança.

Conhecemos vários tipos de filtro: filtro do ar, de aquário, filtro fotográfico… Também na área da coaching é possível identificar uma diversidade de filtros:

  • Filtros sensoriais: estão relacionados coma forma como percecionamos a realidade através dos sentidos;
  • Filtros mentais – Crenças: estão relacionadas aquilo que as pessoas acreditam e as condicionam a fazer outras escolhas/possibilidade;
  • Filtros mentais – Valores: estão relacionados com aquilo que é importante para as pessoas;
  • Filtros temporais: está relacionados com a forma como as pessoas se relacionam com o tempo e a perceção que têm dele;
  • Filtros mentais – Significados: estão relacionados com os significados que as pessoas dão às coisas.

Com tantos filtros, quais os que têm pautado a tua vida?

Para concluir, noiva do Daqui até ao Sim, se tens contado uma história limitadora a ti própria, está na altura de mudar. Altera os teus filtros que sabes que te condicionam e aumenta as tuas possibilidades de escolha.

Altera os filtros da tua vida, e usem somente um filtro, o filtro solar: https://www.youtube.com/watch?v=2UhdFtjhsp8

Anabela Seabra

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>