Category Archives: Fornecedores de Sonhos

“Fornecedores de Sonhos”

Olá Andreia! Bem-vinda ao Daqui Até Ao Sim! :)

fotoandreia

O Daqui até Ao Sim e a andIwonder já se vão conhecendo bem, mas hoje quero descobrir quem está por trás de todo este processo!

DS: Andreia, queres revelar-nos um pouco do teu percurso profissional?

andIwonder: A minha área de formação acaba – para muitos – por não ter nada a ver com o que faço de momento… embora eu acho que tem um pouquinho a ver, sim! Sou da área de ensino e foi esse o percurso que segui logo após licenciatura e durante o meu mestrado. Dava aulas de Alemão a adultos em empresas, institutos e na Faculdade de Letras do Porto (onde tirei o meu curso). No entanto, em 2010, precisamente no ano em que casei, recebi uma proposta para trabalhar numa empresa de calçado ortopédico, na parte do contacto cliente. Aceitei. Passei a traduzir as fichas de encomenda, a atender diretamente todas as chamadas do estrangeiro, a responder aos emails etc. Resumindo: fazia a ponte entre a empresa portuguesa e todos os seus clientes estrangeiros. Aí acabei por ganhar o gosto pelo processo de fabrico do calçado e como sempre tive grande gosto pela moda e arte, decidi então em inscrever-me no curso Projeto Moda Calçado. Após ter finalizado esse curso em 2012, seguiu-se o curso Modelação Base de Calçado. No ano a seguir, após ter finalizado o curso de Modelação, fiz o meu primeiro desfile. E assim nasceu no dia 02 de Abril 2013 o conceito da andIwonder: fazer sapatos de salto alto confortáveis e diferentes. Na altura, continuava a trabalhar em parte na empresa de calçado ortopédico, assim como também no projeto andIwonder, que tinha o seu espaço numa secretária no Open Espace da Oliva Creative Factory em São João da Madeira. Foi apenas em 2014 que nós os três sócios da andIwonder (Ricardo Brito, Tiago Correia e eu), passamos a trabalhar a 100% na andIwonder. No mesmo ano abrimos o nosso ateliê, continuando este a ser num espaço da Oliva Creative Factory (loja2). Sempre tivemos as nossas áreas de trabalho muito bem separadas, e pensamos que é por isso que também funcionamos tão bem, o Ricardo é o responsável por toda a área da Produção, o Tiago pela parte Comercial e Financeira e eu pela parte Criativa. Neste momento, somos uma equipa de 9 e estamos ainda em fase de crescimento!!!

DS: Como é que a andIwonder wedding surgiu na tua vida?

andIwonder: A gama wedding da andIwonder acabou por ser a primeira a vingar… No entanto, curiosamente no ano em que iniciei a minha vida profissional no mundo do calçado, já me tinha aventurado em criar e personalizar o meu sapato de noiva. Graças a viver em São João da Madeira e de conhecer alguns donos de fabricas de calçado de senhora, tive a oportunidade de criar com um deles o meu sapatinho de noiva personalizado, assim como também a joia para esse mesmo, com umas ourives, conhecidas da família.

No dia do desfile voltou a necessidade de fazer um sapatinho de noiva. E porque não terminar o desfile de modo tradicional? E assim foi, terminamos o nosso primeiro desfile com um sapatinho de noiva. Foi essa aparição que fez com que a empresa recebesse os seus primeiros pedido de criação de sapatinhos de noivas feitos à medida. Desde então concentramo-nos mais neste público alvo. Com o decorrer do tempo, juntamente com as noivas acabam agora por vir também as damas de honor, as mães, os noivos etc. Daí agora fazermos também sapatos para o noivo. Com a procura de outras clientes sem serem noivas, acabamos por este ano criar uma gama nova, que se destina à mulher arrojada em geral, seja noiva ou não: a gama andIwonder by Andreia Silva. Neste caso os modelos propostos, são criações de assinatura, que não têm o propósito de serem personalizáveis, mas sim que servem para espelhar a minha visão e para inspirar a mulher para algo mais arrojando.

5

 

 

DS: De onde partiu a ideia de satisfazerem o desejo de todas as noivas: ter uns sapatos confortáveis num dia tão cansativo?

andIwonder: A ideia de aliar o conforto ao sapato de salto alto, nasceu quando trabalhava na empresa de calçado ortopédico. Como mulher para quem o salto alto é o calçado de eleição, senti a falta de encontrar sapatos diferentes e arrojados que também fossem confortáveis. Ao deparar-me com algumas técnicas e ao adquirir conhecimentos não só sobre o calçado, mas também sobre os pés, achei que realmente havia uma falha muito grande na compra do calçado. O sapato tem muito mais que se lhe diga, do que por exemplo uma peça de roupa… A própria construção de um é diferente do outro. Ou seja, além do produto necessitar de apelar à nossa visão estética e de ter de nos servir, deve haver aí uma outra avaliação, que não há nas sapatarias… O produto vai ao encontro das nossas necessidades? Isto é: Define quem eu sou? É o modelo ideal para o meu pé? Irá proporcionar o conforto que eu necessito para aguentar o sapato o máximo de tempo possível? Os materiais são os adequados para mim? Entre estas, existem muitas mais questões que são fundamentais serem respondidas na compra de um produto, que é a base de toda a minha postura e que suporta todo o meu peso.  São as respostas que a andIwonder procura dar às suas clientes. É o nosso objetivo realizar o sonho do sapato ideal de cada noiva: Feito à sua imagem e à sua medida!

2

DS: Como descreves o vosso contacto com os Noivos? Sei que, neste momento, possuem uma plataforma online. Queres falar-nos um pouco desse projeto?

andIwonder: Estamos muito orgulhosos do nosso novo site, que lançamos no início deste ano. Agora temos um espaço virtual que corresponde à imagem da andIwonder. Inovamos também no processo de encomenda. Agora a ficha que é gerada na consulta com o cliente, fica imediatamente disponível na sua área pessoal. É criada uma conta com uma senha à escolha do cliente. No momento acaba de ter acesso à sua área pessoal, onde pode seguir todos os passos da produção do seu sapato. Sempre que o sapatinho avança na produção recebe um email para consultar o estado da encomenda na área pessoal. Recebe também 2 fotos automáticas ao longo do processo, uma da sola gravada e outra da montagem e no final pode visualizar o seu sapatinho a girar em 360°. Com esta novidade pretendemos que a cliente se sinta mais próxima do seu sapatinho.

4

DS: Qual a reação das noivas face à personalização dos sapatos?

andIwonder: Não nos denominamos de sapataria, nem loja de calçado, mas sim ateliê. Aqui criamos em conjunto com o cliente o sapato de sonho. Tentamos sempre satisfazer ou até superar a imaginação de cada um. Como não é muito comum criar e personalizar um sapato de raiz, as noivas ficam muito contentes com todas as possibilidades que lhes apresentamos e confiam no nosso know how. O que para nós também é um grande reconhecimento, o facto de se apoiarem nos nossos conhecimentos.

DS: A andIwonder wedding procura inovar no setor. Tem sido um processo difícil?

andIwonder: Como qualquer empresa jovem, tentamos vingar pela diferença. Procuramos sempre melhorar e inovar em várias áreas, não só no produto em si, mas também em todo o serviço e produção que o envolve. A pensar na inovação e no serviço de qualidade, criamos o novo site e a área pessoal do cliente, aumentamos a equipa não só internamente, como com a presença dos Gestores de Experiência que se encontram fora do ateliê e aproximam-se outras novidades e inovações…

DS: O que é, para vocês, o sapato perfeito?

andIwonder: O sapato ideal, é de facto o que encaixa na perfeição no pé e que reflete a história da cliente. Às vezes não interessa a fotografia do sapato lindo que guardamos no nosso telemóvel para replicar. Não! Na andIwonder não pretendemos fazer réplicas, pois por vezes esse mesmo sapato é tão aberto e altíssimo, que na realidade os nossos dedos dos pés ficam de fora e só de calçar já nos parece fazer cãibras nos pés! Daí na andIwonder não termos stock de sapatos. Trabalhamos com amostras que servem para experimentar o conforto de cada modelo e que ajudam a escolher a base do modelo e eventualmente definir as adaptações necessárias. Além do momento em que a cliente experimenta vários modelos, faz também parte da consulta uma pequena entrevista. Que cores gosta? O que imaginou para o seu sapato? Qual o tema do casamento? Entre outras… Tentamos saber o máximo sobre a cliente, o vestido, a ocasião em que pretende usar o sapatinho, para poder prestar um ótimo serviço de consultadoria.

DS: Como descrevem a experiência de fazer parte de um dia tão especial na vida dos casais?

andIwonder: É sempre muito bom sermos escolhidos para calçar uma noiva ou um noivo num dia tão especial como o casamento. Tendo em conta que os noivos procuram requinte e qualidade para o dia do seu casamento, ser um dos fornecedores que fará parte desse dia especial é para nós uma grande honra. Além disso, é lindíssimo podermos todos os dias ouvir histórias de amor, que acabam por serem um pouco reveladas nas nossas consultas.

DS: Qual a sensação de verem a noiva com os vossos sapatinhos?

andIwonder: É fantástica! É um sentimento de orgulho, reconhecimento e satisfação profissional. Sempre que as nossas noivinhas, partilham uma foto connosco ficamos super contentes! Por vezes passa-se muito tempo até voltarmos a ver um sapatinho criado por nós. É claro que ficamos com todos os registos fotográficos de todos os sapatos criados pela andIwonder. Temos uma base de dados enorme, com imensas fotos de produto. Imaginem… Não são coleções… São tudo pares exclusivos… E neste momento estamos a produzir em média 100 pares por mês! Mas é sempre diferente ver o sapatinho no pé e com toda a produção digna de uma noiva!

6

DS: Qual o pedido mais caricato que já vos fizeram? Queres contar-nos?

andIwonder: Não temos nenhum caso caricato. O que posso dizer, é que todos os casos são únicos. Aqui cada sapato tem uma história e por vezes uma parte dessa fica gravada a laser na sola do sapatinho de casamento.

Muito obrigada Andreia!

Desejo-vos toda a sorte do mundo! Admiro muito a vossa força e determinação em “fazer diferente”! Beijinhos

“Fornecedores de Sonhos”

Amanhã na nossa Rubrica “Fornecedores de Sonhos” teremos connosco, com muito prazer a Andreia da andIwonder!

A Andreia concretizou um desejo de todas as Noivas… ter uns sapatos no dia do casamento com um conforto tal,  que as permite andar com os sapatos todo o dia sem problemas! Mas  andIwonder foi mais longe… aliou ao conforto a estética e a personalização! É isto que distingue  a andIwonder! Mas afinal como surgiu este conceito, quem está por de trás deste projeto é o que vamos descobrir amanha!

 “Fornecedores de Sonhos”

Olá Bruno… ou melhor… olá “OneMen Show”! :)

Benvindo ao Daqui Até Ao Sim!

12910257_851752994969549_664584579_n

Só para contextualizar, “OneMen Show” foi a expressão que os meus convidados escolheram para ‘batizar’ o Bruno! Durante o espetáculo de fogo – e já bastante ‘alegres’, alcoolicamente falando –só gritavam, repetidamente,“OneMen Show”!

DS: Bruno, queres contar-nos como é que a Won surgiu na tua vida?

Won: Olá Joana (Daqui até ao sim). A nossa empresa de animação já existe à 9 anos, inicialmente chamada de GRUPO PSIU ligada mais à animação para crianças. À 5 anos atrás com o crescimento da empresa para animação também de Adultos como serviços de DJ e teatros para todas as idades, sentimos a necessidade de alterar o nome e daí surgir a WON. Um nome que facilmente encaixa bem com os nossos departamentos (WON KIDS; WON WEDDING; WON STORE; WON PLAY).

Mas falando à nove anos atrás, eu no meu 12º ano de escolaridade, começei entre amigos a treinar fazer malabarismo e várias actividades ligadas às artes circenses, e aí surge a oportunidade de animar todos os casamento de uma quinta aqui em Sta Maria da Feira.

Com sucesso que estávamos a ter, sentimos a necessidade de aumentar a nossa equipa e neste momento já temos 25 colaboradores.

Sem dúvida que o nosso sucesso faz-se de todo o nosso amor pela representação, e fazer rir as pessoas e uma mistura de boa energia para colocar todos a dançar.

DS: Como é feito, geralmente, o primeiro contacto com os Noivos? Só por email ou fazes questão de agendar uma reunião?

Won: Nós quando recebemos um pedido de orçamento via telefone ou por email, nós fazemos questão de enviar sempre o nosso catálogo de serviços, para o cliente ter conhecimento de todos os serviços que a WON apresenta. Posteriormente, faço logo o convite para nos visitar ao nosso escritório para pessoalmente poder explicar as animações e os seus timming’s.

12919246_851751634969685_1166956870_n

DS: E quando o casal vive fora do país?

Won: Quando o casal vive fora do país, o mais comum é fazermos uma reunião via skype. Caso não seja possível para o cliente, eu tento ao máximo responder a todas as dúvidas e fazer uma reserva da data até o cliente vier cá a Portugal e assim podermos marcar reunião no nosso escritório.

DS: Tu és especialista em DJ Entertainment. Queres explicar-nos em que consiste?

Won: Eu considero-me um ENTERTEINER de nascença. Adoro fazer rir, adoro dançar, adoro comunicar, adoro música. Juntei todas estas peças e crio o DJ ENTERTEINER. Um serviço de excelência que todos os noivos podem ter no casamento. Um serviço que inclui uma cabine de DJ com som e luz para dentro do salão, som no exterior, jogos, coreografias, adereços e até o momento do ramo da noiva é diferente. Como a Joana e o Simão podem testemunhar, animação não vai faltar.

JS20150926-1511

Foto: Filipe Santos Fotografia

DS: Tens conseguido conquistar sempre o público?

Won: Todos as pessoas são diferentes. Umas gostam mais de dançar do que outras, ou até algumas pessoas tem mais força do que as pessoas com mais idade. Mas o nosso objectivo é um, conseguir que toda a gente de todas as idades estejam na pista a dançar e consigo isso com as coreografias e actividades que fazemos.

DS: Como descreves o momento em que olhas à tua volta e vês todos os convidados ‘em delírio’?

Won: Muito boa. Todos os artistas gostam que o publico estejam a gostar da sua actuação. E quando isso acontece, ainda me dá mais gozo em fazer mais e mais actividades e colocar mais música.

DS: O teu espetáculo de fogo cria um ambiente absolutamente lindo e romântico. Na maior parte das vezes, os noivos mostram-se recetivos a este tipo de serviço ou optam pelo mais tradicional?

Won: Eu tenho 2 opções para apresentar no momento do corte do bolo. Ou o espectáculo de fogo e dança ou um cuspidor de fogo com artes circenses. 90% o cliente opta pelo o espectáculo de fogo e dança devido à sua história. Trata-se de uma história de amor entre um anjo e um demónio. O anjo irá dançar com umas asas árabes dando as boas vindas à população (convidados) e o demónio irá cuspir fogo e assustar toda a gente. A meia da história o demónio apaixona-se pelo o anjo e repare que ela tem medo dele. Mas o amor vence sempre e com a revolta dele e ao arrancar as asas das costa para deixar de ser maldoso, o anjo vê o lado bom dele e o amor acontece.

JS20150926-1832

Foto: Filipe Santos Fotografia

DS: Recordas algum momento em que te tenhas emocionado? Queres contar-nos esse episódio?

Won: Várias vezes. Eu sou uma pessoa que choro a ver filmes românticos e todos os fins de semana vejo filmes a acontecer em tempo real. Para mim os momentos mais românticos são os do corte do bolo e sempre quando à uma surpresa que os noivos não estão a contar. Acaba sempre por cair uma lágrima.

DS: Qual o segredo para se ser mágico, DJ e criador de espetáculos de fogo, num verdadeiro três em um?

Won: ONE MAN SHOW. Todos os serviços que apresento na WON são criados por mim e pela a Diana e por isso eu estou preparados para fazer eles todos. Conciliar todos num só dia, é preciso uma boa energia e ter um bom público.

JS20150926-1818

Foto: Filipe Santos Fotografia

DS: Os eventos que animas são o reflexo do que és enquanto pessoa?

Won: Sim, sem dúvida. A pessoa que estão a ver naquele dia, é a mesma pessoa que conhecem nas reunião que temos, em jantares entre amigos, até mesmo em casa com a Diana. Sou o animador de serviço para todos os momentos. É a minha maneira de ser, e nunca pode acabar. Sejam FELIZES e eu sou muito, tenho a mulher que amo sempre ao meu lado, e desejo a maior felicidades a todos.

 

Bruno, obrigada pela entrevista!

Muitas felicidades e obrigado pelo casamento divertido e maravilhoso que nos proporcionaste!

Beijinhos

”Fornecedores de Sonhos”

Amanhã na nossa Rubrica “Fornecedores de Sonhos” teremos connosco, com muito prazer o Bruno da Won.

A won é uma empresa de animação de eventos, com vários serviços à disposição dos Noivos para ter um casamento inesquecível!

O Bruno (Won) dá música, dá as cartas e ainda “brinca com o fogo” nos eventos, ficou para sempre marcado, no meu casamento como o “one man Show”. Em uma só pessoa temos o mágico aos aperitivos, e em alguns momentos do casamento, no baile temos o Dj entertainment, e no corte do bolo um espectáculo do fogo.

Com esta equipa não há momentos monótonos, ele contagia todos com a sua própria energia.

Mas são muitos os serviços oferecidos por esta empresa jovem, que decidiu arriscar e fazer a diferença neste mundo!

Amanha ficaremos a saber como surge a Won e quem está por detrás deste sucesso!

Site: https://www.facebook.com/won.agency/?fref=ts 

Won: http://www.won.pt/

 

“Fornecedores de Sonhos”

Olá Rui! Sê bem-vindo ao Daqui Até Ao Sim :)

10749982_10204426409374011_1373964847120049382_o

DS: Rui desde já queria-te agradecer muito, por estares sempre disponível para me ajudares no Daqui Até Ao Sim, como foi no lançamento do Diário, que fizemos aquela sessão maravilhosa! De certeza que vamos trabalhar mais vezes juntos, mas queria te agradecer gostares e acreditares neste projeto! :)

 

RC: Olá Joana, muito obrigado pela tua solicitação e confiança. Quando trabalhamos com pessoas tão interessantes e igualmente apaixonadas por esta arte queremos participar e trabalhar em conjunto, criar projectos e divertir-nos pelo caminho. Estás de parabéns pelo teu projecto. És sem dúvida um dos elementos fundamentais a ter em conta quando se caminha para o grande dia. Uma ajuda a quem de repente se encontrar cheio de questões.

Ds: Queres-nos falar um bocadinho do teu percurso profissional… Sempre soubeste que querias ser fotografo?

RC: Nem sempre soube que ia ser fotógrafo. Esta aventura acabou por ser o resultado de uma conjugação de factores distintos. Durante a Licenciatura em comunicação social tive contacto com o mundo audiovisual e foi aí que o bichinho despertou. Mas ainda assim não tinha decidido que ia ser fotógrafo (desde sempre fui adepto de tecnologia, etc). Após finalizar o curso integrei um estágio num jornal regional e acabei por começar a fotografar os eventos onde ia realizar reportagem. Rapidamente percebi que não ia ser jornalista, mas o gosto por relatar histórias manteve-se e o pensamento natural que se seguiu foi: vou ser fotógrafo. Em menos de duas semanas realizei pesquisas e inscrevi-me no Instituto Português de Fotografia e iniciei uma formação que durou 18 meses onde aprendi as bases do trabalho em fotografia nas mais variadas vertentes profissionais que a área encerra. Muito estudo, muitas horas e muito esforço, lá me formei com a 2ª melhor média do curso a par de mais alguns colegas.

Ds: Como soubeste que o teu futuro passaria por fotografar casamentos?

RC: É curioso, mas desde o primeiro momento que soube o que ia fazer disse que ia fotografar casamentos. Acho que o que mais me fascinou  foi a energia que se vive e a possibilidade de conseguir contar histórias diferentes a cada nova reportagem. O contacto com pessoas é sem dúvida um factor muito importante aqui. Sempre fui muito social com todos e adoro conhecer pessoas novas e as suas histórias. Aprende-se tanto. Mas mantenho sempre qualquer porta aberta porque o importante é sem dúvida por passar uma mensagem.

Ds:O que é que mais te inspira neste mundo?

RC: Há inúmeras coisas que me inspiram nesta arte. Sem dúvida, que a principal é a minha esposa Vera. Sem ela não estava onde estou hoje. O fascínio que tem pelo mundo que nos rodeia, por conhecer coisas novas pela simplicidade de um momento ou de um gesto é um grande fator de inspiração para mim. Acho que se aprende tanto com quem nos rodeia. A possibilidade que temos de trabalhar diariamente com coisas lindíssimas em qualquer situação é um dos grandes factores de inspiração. A luz, os abraços a sinceridade o amor. Depois, o facto estar nas nossas mãos um poder absolutamente especial…captar fragmentos da história de alguém. É uma responsabilidade mas também é um factor de inspiração.

Ds: É importante para vocês entrarem na história dos vossos Noivos, ou apenas vão fotografar e não se preocupam com isso?

RC: A história é tudo na nossa arte. Trabalho de forma documental e artística. Documental implica toda uma preparação antes do grande dia para dar oportunidade ao conhecer, ao ouvir, ao perguntar, ao aproximar e por fim ao personalizar. A parte artística vem exactamente ao mesmo tempo, porque é aqui que a minha adrenalina sobe por querer surpreender e emocionar a cada foto.

Ds: Enquanto profissional, consideras importante fazer a sessão de solteiros? Porquê?

RC: Do meu ponto de vista a sessão de solteiros é absolutamente fundamental. Primeiro porque permite ao casal criar um conceito interessante e diferente para mais tarde recordarem de uma forma ainda mais especial esta fase da sua vida. Depois permite-me observar os dois na sua forma de estar e agir e assim criar um caminho de acção para o grande dia. Não agimos da mesma forma em dois casamentos distintos. A terceira razão, é porque permite quebrar o gelo entre a câmara e os noivos. No grande dia já não têm duvidas de que vamos cuidar deles e dar-lhes algo especial e surpreendente.

RCP_5729

Foto: Rui Cardoso Photography

Ds: Qual o segredo para conseguirem entrar facilmente na ‘privacidade’ dos noivos, no grande dia?

RC: Para mim o grande segredo é saber observar. Nunca nos podemos esquecer que a história de cada um é única e cada um tem uma personalidade e família diferente. Procuramos trabalhar sempre com um sorriso na cara, porque é com um sorriso que se conquista o mundo e isso ajuda a criar empatia com qualquer pessoa e a deixá-la descontraída perto da nossa câmara. Se trabalharmos bem, a partir de certa altura já ninguém estranha a nossa presença. Mas não é só no dia que isto se faz, há todo um antes que nos vai ajudar imenso.

RCP_5984

Foto: Rui Cardoso Photography

Ds: Recordas alguma situação caricata que gostasses de partilhar com os leitores?

Situações caricatas há muitas, desde indicarem-nos a igreja errada e entrarmos noutro casamento sem querer. Chegar a uma terrinha que não tinha nomes nas ruas e ter de encontrar a casa amarela depois dos correios e antes da GNR….enfim estava aqui todo o dia a contar peripécias. Há muitas outras coisas que não podemos revelar porque respeitamos muito a privacidade dos nossos clientes.

Ds: Que leitura fazem do grande dia, atrás da câmara?

RC: Vemos toda a gente muito atarefada e preocupada com um milhão de coisas. É giro ver a correria e as emoções à flor da pele. E ao mesmo tempo a energia tão positiva que advém disso. Acho que todos deviam preparar tudo até ao último dia sim, mas depois confiarem que estão em boas mãos e desfrutarem ao máximo desde o primeiro minuto. Aí vamos ter diversão e uma super energia que vai resultar em imagens absolutamente verdadeiras e que vão plantar um sorriso nas gerações seguintes que as virem. Acreditem que todos vamos estar ao vosso lado para resolver qualquer coisa.

Ds: Confessa… já te emocionaste? :)

RC: Tantas vezes… vivemos o dia com intensidade sempre. Eu sou da opinião que nos devemos deixar levar pelo ambiente e sentir um pouco daquilo que todos estão a sentir. Ver um pai emocionar-se ou um noivo a declarar perante todos o quão especial é a sua esposa não tem preço. Não imaginam como nos sentimos sempre que apresentamos um slide-show no dia ou um video editado e vemos lágrimas a cair com a emoção. Até dá arrepios.

RCP_0632-Editar

Foto: Rui Cardoso Photography

Ds: Como achas que te vais sentir quando fores tu o Noivo? Eu sei que os fotógrafos não gostam muito de estar do outro lado. :)

RC: Acho que me vou sentir perfeito e vou querer tudo aquilo a que tenho direito. Amigos, família e festa festa festa. A energia que recebemos neste dia é talvez das coisas mais lindas que se pode ter.

Ds: Sei que a pergunta que se segue pode ser um pouco ingrata, mas vou arriscar. Qual a foto mais especial que captaste até hoje? Porquê?

RC: Ui! Não sei dizer. Assim que começo a pensar nisso aparecem na memória um monte de momentos que não esquecerei. Prefiro arriscar dizer que será sempre a última que tirei porque fiz o melhor que podia e sabia.

Ds: O que é que as tuas fotos dizem sobre ti?

É uma  pergunta muito interessante porque ainda há alguns dias pensei nisso numa formação que fiz. Acho que as fotos que realizo dizem que procuro ser elegante, simples e apaixonado pelo que faço e pelas pessoas que me rodeiam. São fotos cheias de luz e contam emoções muito positivas, como eu procuro ser e estar em cada momento da minha vida..

Muito obrigado Rui!

Muito sucesso e felicidades!

RC: Muito obrigado, desejo sinceramente que tudo te corra pelo melhor.

“Fornecedores de Sonhos”

Amanhã na nossa Rubrica “Fornecedores de Sonhos” teremos connosco, com muito prazer o Rui Cardoso Photography.

Já conheço e acompanho o trabalho do Rui Cardoso Photography à bastante tempo e quanto foi para fazer a sessão do Diário da Noiva, propus-lhe o desafio de fotografar o Diário, ao qual ele aceitou sem hesitar.

O Rui é um fornecedor muito querido do Daqui Até Ao Sim! Adoro trabalhar com ele, porque tem características muito parecidas comigo… o Rui é transparente, é inovador, é perfeccionista! Acho que gostamos de trabalhar juntos porque,  estamos alinhados em “fazer diferente” neste mundo dos casamentos!

As fotos e o trabalho do Rui retratam na perfeição o que ele é, e a luz que tem!

Amanha vão poder ficar a conhecer melhor este “Fornecedor de Sonhos”!

Não percam!

Site: http://www.ruicardosophotography.com/

Facebook: https://www.facebook.com/ruicardosophoto/?fref=ts

“Fornecedores de Sonhos”

Olá querida Lília, sê bem-vinda ao Daqui Até Ao Sim!

12822056_1089032261116905_1425595092_n

Obrigada por me acompanhares há tanto tempo! Aliás, arrisco a dizer que ‘caminhas’ comigo quase desde o início do Daqui Até Ao Sim. Talvez por isso tenhamos criado uma ligação especial :).  Bem, eu já te conheço, mas os nossos seguidores ainda não, por isso, vamos começar!

Ds: Lília queres falar um bocadinho do teu percurso profissional?

I.D: O meu percurso profissional pode dizer-se que sempre foi muito abrangente, já fiz de tudo um pouco, aliás não sou pessoa de ficar sem trabalho só porque na minha área não há trabalho em determinado momento, neste momento trabalho na área financeira, para uma das maiores empresas farmacêuticas do mundo, em Londres. A minha área não tem nada a ver com a realização de eventos, se bem que dá jeito com os números e orçamentos :) .

Ds: De onde surgiu a “I Do. Wedding Planners”?

I.D: A I Do surgiu porque é  uma área que sempre adorei, a organização de casamentos e outros eventos, aquele dizer que se diz “faz o que amas e nunca terás de trabalhar na vida” é mesmo real, a I Do não surgiu só porque achei que seria uma boa oportunidade de negócio, mas sim porque eu o faço por paixão. Surgiu também porque o meu marido me incentivou, pois sempre ajudava as amigas e primas e conhecidas, e ele um dia deu-me força para aquilo que já idealizava e sonhava.

Ds: Quando é que percebeste que o teu futuro poderia passar pela organização de eventos?

I.D:  Acho que desde muito cedo, sempre adorei tudo nos casamentos, sempre fiquei atenta a tudo o que era pormenores, fascina-me a quantidade de opções e a excitação das pessoas que estão noivas e a planear o casamento. Mas não só casamentos, tudo o que envolve planeamento de eventos e festas eu adoro estar envolvida.

Ds:  O que é que mais te fascina no mundo dos casamentos?

I.D: Sou daquelas pessoas que num casamento olha para a cara do noivo no momento em que a noiva entra, a expressão e a emoção na cara dele nesse momento vale mais que mil palavras, atenção não tirando o protagonismo da noiva e do seu lindo vestido, mas há pormenores que as vezes escapam á maioria das pessoas… e acredito que tanto tu como eu, que também fomos noivas da mesma altura sabe do que falo… Afinal naquele momento nós próprias nos fixamos naquele olhar… e é como se estivessem só os dois… é ai, é esse momento que é mágico!

Ds: Não vives em Portugal, mas sim em Londres. Consegues combinar ‘o melhor dos dois mundos’ na organização de eventos?

I.D: Sim vivo em Londres, e consigo combinar o melhor de dois mundos, isto porque tenho pessoas com quem trabalho e que são grandes profissionais, vou bastantes vezes a Portugal e posso acompanhar sempre noivos e encontrar-me com fornecedores, estando aqui sou uma ponte para as noivas que querem casar em Portugal mas que vivem aqui. Este ano passou por mim  um desafio, um casamento indiano no Algarve, como sabes a cultura é diferente, e por isso é maravilhoso estar envolvida nele!

Ds: Como são as tuas reuniões com os Noivos durante todo o processo? Fazes questão de ter pelo menos uma reunião presencial ou tratas de tudo através de skype ou email?

I.D: Eu sou uma pessoa disponível, podem contactar-me por mensagem, telefone, email  e também skype sem quaisquer limitações e a qualquer hora, reuniões presenciais, sim faço imensa questão, sempre que estou em Portugal marco para estar com os noivos, e nos dias antecedentes ao casamento ai sim é obrigatório e crucial.

Ds: Como te sentes ao realizar um casamento em que os Noivos não conhecem o País? Afinal, é muita responsabilidade…

I.D: No meio da responsabilidade é um enorme privilégio, afinal o facto de escolherem Portugal para um dos dias mais importantes das suas vidas já compensa tudo.  Tento sempre que os noivos conheçam a área onde vão casar. A maioria dos que me têm contactado escolheram Portugal porque já lá estiveram e adoraram, por isso também se torna mais simples

Ds: Quais as principais diferenças entre ser Wedding planner em território luso e onde resides?

I.D: Sinto que aqui por exemplo é um sem fim de opções e de coisas a que temos acesso. De resto acho que não há muita diferença. (fora o clima :))

Ds: Em Londres, a contratação de um wedding planner já é algo perfeitamente enraizado nos hábitos dos Noivos?

I.D: Sim aqui é uma necessidade, a vida é muito agitada e já basta o stress do dia a dia. Aqui as pessoas querem ser acompanhadas, que lhes sejam apresentadas as variadas opções e que o dinheiro que estão a gastar nesse dia seja aplicado da melhor forma, ao contrário da maioria dos portugueses que desconfia ainda quando toca á contratação de uma wedding planner, mas já se vão mudando as mentalidades…

12833409_1089032874450177_188871191_n

Ds: Achas que Portugal se está a tornar cada vez mais um “Wedding destination”?

I.D: Sim sem dúvida alguma, além disso temos tudo para ter sucesso… só o sol e as temperaturas amenas á distância de duas horas e meia de viagem… não se compra isso!

Ds: O que é que Portugal tem de mais atrativo para os Noivos?

I.D: O tempo ameno e soalheiro, a comida, a beleza das paisagens, e sem dúvida a relação qualidade/preço.

Ds: Recordas alguma situação caricata que nos queiras contar?

I.D:  Aconteceu-me uma vez um grupo de convidados resolver ir ver as vistas junto á praia onde os noivos iam casar, isto já com a noiva á espera no carro e o noivo a não querer iniciar a cerimónia sem que essas pessoas estivessem presentes. Tive de os “escoltar” de volta ao local da cerimónia… Não foi simpático da parte deles, uma vez que o objectivo não era passear na praia mas sim “casar” os amigos/familiares mas são coisas que acontecem. Com calma e educação tudo se resolve.

Ds: Há algum casamento que te tenha tocado particularmente por alguma razão?

I.D: Todos eles me foram especiais, cada casal é único e adoro conhecer-lhes as histórias, mas o que mais me tocou foi o que me motivou também a seguir com este projecto, foi o casamento duma amiga minha, para a qual tratei de tudo, podes achar estranho mas fui eu que lhe escolhi o vestido de noiva, e ela adorou (sim porque por ela ia com qualquer um que tivesse no armário) foi um casamento pequeno á volta de 60 pessoas, e foi apenas civil. Uma semana antes do casamento convidou-me para madrinha dela. Foi tão lindo o casamento, mega descontraido, mas sentia-se no ar o amor deles, nem dá para explicar.

Ds: Como descreves a sensação de teres organizado um evento e ter tudo corrido na perfeição?

I.D: Ao fim do dia quando os noivos te agradecem é uma realização pessoal e sinto-me feliz. Para mim um casamento de sucesso não é aquele que ao fim do dia correu tudo bem, é aquele que independentemente de haver ou não um ou outro percalço existem duas pessoas, que  ao final do dia estão casados, prontos para enfrentar as alegrias e as tristezas da vida em conjunto! Sucesso, vai correr tudo bem!

12821959_1089032847783513_1062667719_n

Lília, muitas felicidades!

Obrigada Joana pelo teu bocadinho e espero que tenhas muito sucesso! E obrigada por teres criado um Diário tão querido, as noivas I Do adoram!

Beijinhos

Obrigado Lília! :) Beijinhos

“Fornecedores de Sonhos”

Amanhã na nossa Rubrica “Fornecedores de Sonhos” teremos connosco, com muito prazer a Lília que dá a vida e coração ao I Do. Wedding Planners!

Arrisco-me e dizer que a Lília me segue desde inicio! Ela foi uma das primeiras fornecedores a contacta-me para fazermos uma parceria!

I Do. Wedding Planners é uma empresa de organização de eventos com uma característica muito especial… a Lília vive em Londres e faz a ponte entre Portugal e  Inglaterra. 

Eu e a Lília falamos muitas vezes, (talvez por estarmos juntas quase desde inicio). Ela casou no mesmo ano que eu. Partilhamos os casamentos, trocamos ideias… Ela conta-me como está o tempo em Londres e eu conto-lhe como está o tempo aqui. Ela fala-me do mundo dos casamentos de lá e da perspectiva dos dois mundos, e eu vejo através dela, o quanto ela ama o que faz, e o quanto vibra durante a organização do casamentos dos noivos dela. 

Ela vive no melhor dos dois mundo, em Inglaterra é normal ter uma Wedding Planner a tratar de todo o casamento, aqui as mentalidades ainda estão em mudança!

Não percam uma entrevista sem filtro e que nos mostra esta profissional de mão cheia e de coração também!!

Site: http://www.ido-weddingplanners.com/

Facebook: https://www.facebook.com/idowedplanners/?fref=ts

“Fornecedores de Sonhos”

Olá Vanessa e Ivo, sejam bem-vindos ao Daqui Até Ao Sim!

foto-Marta-Pedro

Bem, antes de mais ,gostava de dizer que estou viciada no vosso vídeo que contempla os melhores momentos de 2015! Muitos parabéns! Mesmo… Confesso que o tenho visto em modo replay! :)

V&I: Olá! Obrigado por nos receberes na tua casa. E obrigado pelas palavras boas que tens sempre para nós!

Cá entre nós…já perdemos a conta da quantidade de vezes que vimos e revimos o nosso vídeo “Tenho os olhos feitos à medida da tua cara”. Já sentimos saudades dos nossos noivos, dos dias de sol e amor, e temos orgulho no que fazemos.

DS: Podem, então, apresentar-nos a Vanessa & Ivo – HandmadeFilms (para os que não vos conhecem)?

V&I: A nossa Something Blue agora é Vanessa & Ivo. Teremos sempre algo azul connosco, mas o que fazemos é algo muito pessoal e daí apresentarmo-nos com os nossos nomes. Fazemos filmes de casamento, contamos a história do amor entre as pessoas e criamos a mais maravilhosa recordação deste dia tão especial que é o dia de casamento.

Temos uma paixão também por fotografia e este ano vamos lançar-nos de cabeça nesta paixão.

Ds: Como vos surgiu o conceito de ‘filmes feitos à mão’?

V&I: Para nós fazer um filme de casamento é mais do que filmar o que acontece. Nós conhecemos previamente o casal, conversamos e no dia sentimo-nos parte da família. Capturamos  momentos especiais e é importante que se sintam bem connosco. Apertamos vestidos, fazemos nós de gravata, acalmamos nervos. É um dia muito intenso e para nós não acaba com o final do dia. Levamos estas imagens deliciosas para casa, onde as vamos tratar com o maior carinho, escolhemos as músicas cuidadosamente e vamos costurando pedaço a pedaço a melhor recordação do dia de casamento. É aqui que vamos ver os avós a dançar, o beijo de saudade, o abraço das amigas que estão tão felizes quanto os noivos.

Ds:  É fácil ser videógrafo em Portugal?

V&I: Ah uma pergunta difícil! Bem…em Portugal não é fácil ser videógrafo de casamento, pelo facto de algumas vezes não ser reconhecido e valorizado. Muitas vezes nos perguntam porque é que o filme de casamento é mais caro, e é mais caro porque é mais trabalhoso. São utilizadas mais horas na produção de um vídeo, o material é mais dispendioso, a educação e formação é (deve ser) mais longa. Mas sabemos que é muito mais saboroso ver um vídeo de casamento! E apesar de tudo, adoramos o que fazemos.

Ds: Como preferem estabelecer contacto com os noivos (via email ou presencialmente)?

V&I: Os noivos podem contactar-nos através do telemóvel ou do email e aí combinamos encontrar-nos presencialmente ou por skype.  Na verdade, preferimos tratar de tudo por email e por skype, pois adoramos a era digital e todas as facilidades que ela traz. Poupamos viagens, encaixamo-nos nas agendas e horários uns dos outros e o casal pode estar confortavelmente no seu sofá e conversar connosco através do skype, contar-nos todos os pormenores para o grande dia, mostrar-nos o seu gato que insiste em deitar o computador abaixo!

Ds: Vocês só estão presentes no dia do casamento ou também acompanham a sessão de solteiros?

V&I: Nós gostamos de fazer sessão de solteiros e oferecemo-la. Desta forma, o casal habitua-se a nós, às câmaras e acabamos quase sempre a sessão com uma cerveja, uma limonada e um pedaço de bolo!

Ds: Como descrevem a vossa relação com o fotógrafo? Conseguem integrar facilmente a equipa de trabalho?

V&I: Desde que começamos que trabalhamos sempre com fotógrafos diferentes todos os fins de semana. Somos todos profissionais e sabemos trabalhar em equipa. Dá-nos um imenso gozo conhecer gente nova, trocar ideias e formas de trabalhar e ganhar amigos. Perguntem a qualquer videógrafo ou fotógrafo!

Ds: Os noivos ainda resistem à contratação de equipas de fotografia e vídeo distintas ou tendem a fazê-lo cada vez mais?

V&I: Na nossa experiência, a maior parte dos casais contrata equipas distintas. Até porque o nosso trabalho principal é o vídeo de casamento. Acreditamos que cada casal deve fazer o que sente que é melhor para si. No entanto, devem contratar o vídeo que adoram (e que os fez chorar) e a fotografia que adoram, porque no final são estes dois elementos que os vão levar de volta ao dia do casamento. É o vídeo e a fotografia que vão eternizar a felicidade daquele dia para um dia os filhos verem. Para os amigos que estão longe possam ver, para que os pais e avós matem as saudades uns dos outros.

Ds: Como descrevem a experiência de captar o lado mais privado dos noivos no grande dia?

V&I: Há três momentos do dia que são os nossos favoritos. A pista de dança onde filmamos e dançamos, o bolo que fazemos questão de provar e a sessão ao final da tarde com o casal. Sabes que este é o único momento no dia em que eles estão juntos, sozinhos e onde podem namorar e conversar? Acreditamos que muita da magia dos nossos filmes de casamento acontece neste momento, em que até o menos romântico se delicia com o abraço de quem mais ama.

Ds: Recordam alguma situação em que não tenham conseguido conter a emoção?

V&I: Vivemos cada casamento como se fosse de um grande amigo. Muitas vezes podem ver-nos a sorrir enquanto filmamos! Rimos e choramos com os noivos, os amigos, os familiares. É um dia de muitas emoções e nervos, energias para lá e para cá, e difícil é não nos deixarmos levar por isto tudo.

Ds: E alguma situação caricata?

V&I: Em todos os lugares onde há muitas emoções e muitas pessoas acontecem coisas caricatas! A nós já nos aconteceram meia dúzia de coisas, como sujar os sapatos e calças de lama porque quisemos fazer um plano diferente (e como os limpamos? Fomos até ao balneário e duche para cima dos pés até tudo sair!) ; a Vanessa perde muitas coisas (tampas de lentes, pêlo de microfones, casacos. Mas encontra quase tudo, momentos depois) ; e ao Ivo foi-lhe dado destaque no dia do seu aniversário com um bolo e cantoria de parabéns pelos convidados (se visses o envergonhado que ele ficou…!).

12167289_1615310052065539_206918134_n

Ds: Se tivessem de escolher um vídeo especial, qual seria? Porquê?

V&I: Adoramos os nossos vídeos de resumo do ano. Trazem-nos boas recordações. Agora que falamos nisto, vamos voltar a fazer play no nosso vídeo de 2015. Queres voltar a ver?

Sim claro que vamos voltar a ver! :)

Obrigado Vanessa e Ivo!

Muitas felicidades!

V&I: Obrigado Joana, um grande beijo e um abraço!

http://somethingblue.pt/2015-best-of-wedding-video-portugal/

“Fornecedores de Sonhos”

Amanhã na nossa Rubrica “Fornecedores de Sonhos” teremos connosco, com muito prazer a Vanessa & Ivo – Handmade Films!

A Vanessa & Ivo – Handmade Films são videógrafos! Já tinha ouvido falar deles, mas confesso não conhecia muito bem o trabalho deles! Um dia o vídeo deles com os melhores momentos deles de 2015 intitulado “Tenho os olhos feitos à medida da tua cara” veio-me parar ao ecrã! Uma reacção invulgar em mim… fiquei arrepiada, “colada”, e completamente envolvida naquele filme, feito do amor dos seus casais,e do amor que colocam no trabalho que realizam!  A música, a envolvência, o poema transportamos para outra dimensão… a dimensão de quem ama o que faz! 

Ao ver esse video, a curiosidade de aprofundar mais o conhecimento sobre eles… E fiquei rendida…

Quando decidi fazer esta Rubrica “invadi-os” com um email. Queria muito tê-los neste a Rubrica a contar-nos as suas aventuras e saber quem são. Na resposta do email um Sim, e na resposta das perguntas “Respondemos como se estivéssemos contigo e nos tivesses recebido em tua casa que é o teu blogue”, sorri e agradeci-lhes a maravilhosa entrevista!

Foi um prazer ter-vos na minha humilde “casa” e no meu “humilde sofá” :) a partir de hoje considerem esta casa um bocadinho vossa também!

Queriam ver o vídeo que falei não era?! Amanha :) !!

Facebook: https://www.facebook.com/somethingbluept/?fref=ts

Site: http://somethingblue.pt/